sexta-feira, 21 de março de 2014

NUANCES DA HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE PAPANDUVA




O homem não surgiu da noite para o dia. Nasceu num contexto histórico específico com qualidades próprias e, só é completo quando tem conhecimento destes fatos.  Segundo Jung “Se um indivíduo cresce sem ligação com o passado, é como se tivesse nascido sem olhos nem ouvidos e tentasse perceber o mundo exterior com exatidão”.

Por ocasião dos 60 anos de emancipação política de Papanduva cabe-nos lembrar de algumas ocorrências relevantes dos primórdios.
Com referência ao seu passado destacamos dois fatos que foram determinantes na história da Região Sul: o tropeirismo e a Guerra do Contestado.

Papanduva apresenta em seu portal de entrada o principal ícone de sua cultura e o símbolo do movimento econômico que foi determinante na história brasileira: o tropeirismo.

            Da época do tropeirismo, a cidade guarda, até os dias de hoje, o gosto pela vida no campo, a rica culinária e o linguajar característico.

Os tropeiros, ao longo dos tempos,  com suas caravanas contribuíam para o comércio,  desenvolvendo uma rede eficiente de entrepostos, facilitando o escoamento dos primeiros produtos agropecuários como charque, mel, banha, embutidos e a troca por outros bens necessários.
O povoamento ganharia impulso com a chegada de imigrantes movidos  pelo desejo de “fazer a América"; alemães chegaram ao planalto e algumas famílias instalaram-se nestas paragens. Levas de poloneses aportaram no país. Aos poucos, algumas famílias passaram a ocupar terras em Papanduva, onde já em 1900 viviam em torno de 1000 pessoas em sua sede, localidade que contava, naquela época, com escola, capela, casas de comercio, moinho, ferraria, marcenaria, serraria  e mais algumas indústrias,  como de etiquetas e arcos para barricas de erva-mate para exportação. Papanduva chegou a ter uma fábrica de palhões, embalagens de palha de centeio para garrafões.

Papanduva é composto pela mistura e contribuição de várias etnias que formam característico panorama cultural. Trata-se de uma somatória do trabalho e das crenças dos pioneiros que forjaram o primitivo lugarejo, e que, socialmente, se incrementou com a vinda de imigrantes, transformando substancialmente seu arranjo social.
Um grande entrave ao desenvolvimento de Papanduva foi a sua participação na Guerra do Contestado, que vitimou muitos cidadãos, trouxe inquietude e prejuízos por quatro anos e obrigou famílias inteiras a deixarem o lugar para não mais retornar. Não havia definição de limites. Surgiu o pernicioso processo de litoralização de Santa Catarina. Com isto, esta região do Planalto Norte foi relegada pelos governos por várias décadas, apesar de rica em madeira e erva-mate e com boas terras para agricultura e pecuária.
O Município de Papanduva, com forte vocação agropecuária torna-se importante polo da agroindústria, atividade que tem a grande vantagem de desenvolver ao mesmo tempo a cidade e o campo; é um setor próspero que superou grandes desafios nos últimos anos, gerando emprego e renda.

A verdadeira redenção de Papanduva e demais municípios vizinhos só se dará com a pavimentação da rodovia SC-477 para escoamento da economia, incremento do comércio, agroindústria e turismo por sua ligação com o litoral.
Mas, não teremos o Papanduva que Deus nos destinou, enquanto não formos capazes de fazer de cada papanduvense um cidadão, com plena consciência dessa dignidade.

O bom cidadão cria uma ligação com sua comunidade pela circunstância do seu nascimento. A cidadania não é atitude passiva, mas ação permanente em favor da sociedade. Aí está nossa responsabilidade.

Ser um bom munícipe não é apenas amar Papanduva... Vai além do horizonte. É ser capaz de entender, colaborar, construir e sentir-se agente transformador do seu Município.

            Convém sim, relembrar a história e os grandes feitos. Assim sendo, Papanduva não é só o seu passado, mas principalmente, o futuro que construímos com as ações do agora. Por meio da experiência do passado e dos objetivos para o futuro, construímos nosso presente.

          Nossa perseverança é a luz que ilumina o caminho rumo a um Município mais próspero.

Papanduva é um ótimo lugar para se investir e viver.

    Abril de 2014                                     Por Sinira Damaso Ribas
                                                                                                              sinira.ribas@outlook.com 


                                                                                   * * *


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESPAÇO TERAPÊUTICO QUANTUM VITAE

Espaço Terapêutico Quantum Vitae. Saúde Quântica e Terapia Vibracional Cosméticos Veganos. Florais Vibracionais Fisioquantic e ...